Medidas Anti-inflação

O Governo aprovou esta segunda-feira um pacote de medidas de apoio ao rendimento das famílias, procurando assim responder à crescente inflação.


António Costa anunciou, o seguinte pacote de medidas:
- Pagamento extraordinário de 125 euros a cada cidadão não pensionista, com rendimento até 2.700 euros mensais. Este pagamento é feito de uma única vez em outubro;
- Pagamento extraordinário de 50 euros por cada descendente criança ou jovem até aos 24 anos que tenham a cargo;
Já os pensionistas “receberão um suplemento extraordinário equivalente a meio mês de pensão”. Esse valor será pago de uma só vez já em outubro;
- No controlo dos custos energéticos, o Governo decidiu, como já havia anunciado, permitir aos consumidores de gás o regresso ao mercado regulado".
Com esta transição, haverá uma poupança mínima de 10% na conta do gás;
- Manter "suspensão do aumento da taxa de carbono, devolução aos cidadãos da receita adicional de IVA, e redução do imposto sobre os produtos petrolíferos" ou seja,  em cada depósito de 50 litros os consumidores pagarão menos 16 euros de gasóleo ou menos 14 euros de gasolina do que se estas medidas não fossem renovadas;
-Travão nas rendas, limitando o aumento a 2%;
- Aumento de pensões, em 2023, de 4,43% para pensões até 886 euros, de 4,07% para pensões entre 886 e 2.659 euros; e de 3,53% para as outras pensões sujeitas a atualização.

06 setembro 2022

Quer saber mais? Fale connosco

Por favor clique na caixa para provar que é uma pessoa e ajudar-nos a impedir o spam.
imagem dos contactos no rodapé